biografias Brazilian Grooves grooves brasileiros

Brazilian Grooves: Boca Nervosa

...
...
...

“Nêgo véio que foi que te deu? Nêgo véio que foi que te deu? Me deu vontade de colar seu brinco, oi, de seis tira um, fica cinco, oi, de seis tira um, fica cinco…” Esse samba sensacional, chamado Nego Véio, certamente animou milhares de churrascos de sábado, bailes e festas no final da década de 1980, início da de 1990. De autoria de Mario Sérgio (Fundo de Quintal) e Edimar, ele é interpretado pela voz com aquele quê de suingue e malandragem do cantor Boca Nervosa. Você sabe quem é ele?

Boca Nervosa - Nego Veio

Edmar Marques da Silva, mais conhecido pelo público como Boca Nervosa, nasceu em Olímpia, interior de São Paulo. Com 12 anos de idade ganhou o primeiro concurso para cantores em sua cidade, interpretando “Boi da Cara Preta”, de Jair Rodrigues. Pouco tempo depois, formou o grupo de pagode Pretos e Torrados, que se apresentava em bares do interior paulista.

Em paralelo à vida artística, Boca Nervosa abriu uma empresa que comercializava esterco para negócios que utilizavam esse tipo de material. O mais curioso em tudo isso era o nome da empresa: “Grã Merda”. É, a irreverência do intérprete não está presente só nas músicas, e vem de bastante tempo…

Logo Edmar deixou Olímpia para trabalhar na capital, e sua carreira começou a despontar de fato a partir de então. Começou a frequentar o Clube do Pagode, no bairro da Barra Funda, onde toda segunda feira no início de 1980 acontecia uma roda de samba com a presença de nomes como Bezerra da Silva, Beth Carvalho, Martinho da Vila, Jorge Aragão, Nelson Cavaquinho, Grupo Fundo de Quintal, Roberto Ribeiro,  Dona Ivone Lara e Almir Guineto. Aliás, foi Almir quem o apelidou de Boca Nervosa.

boca-nervosa

O sambista também virou intérprete do Camisa Verde e Branco, tradicional  Escola de Samba paulistana. Em 1985, gravou seu primeiro LP, “Nego Veio”, e bateu o recorde do ano com 600 mil cópias vendidas. De lá para cá, gravou 16 álbuns, somando mais de 2 milhões de cópias vendidas ao longo da carreira de 30 anos de sucesso.

“Você diz que é malandro e nunca acordou cedo? Malandro é quem madruga e vai trabalhar!” Salve Boca Nervosa!

(por Dani Pimenta)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by: Wordpress