biografias groovinmood

Seis anos de Groovin Mood – quem somos nós?

...
...
...

Groovin Mood pra lá, Groovin Mood pra cá, música ali, notícia aqui, entrevista acolá, mas o fato é que pra muitos dos nossos leitores ainda é meio nebuloso o que é realmente o nosso projeto. Quem somos nós, o que fazemos, por que fazemos… Aproveitando a EFEMÉRIDE de seis anos desse site que vos fala, vimos que era o momento ideal de dizer quem faz isso aqui e os motivos que nos movem!

1466171_634722323238381_1959514430_n

Groovin Mood

O Groovin Mood nasceu em 2008. Eu, Dani Pimenta, frequentava festas de música jamaicana e ouvia e descobria cada vez mais esse ritmo apaixonante, quando decidi que poderia me aprofundar. Sempre gostei de escrever, e, antes do blog (que agora é site), colaborava com outros veículos musicais, como por exemplo o Coletivo Hip Hop (MTV), então pensei que poderia juntar uma paixão com a outra. Lembro que o primeiro post (depois de alguns dias ajeitando a carinha do blog e fazendo ele ~nascer~) foi logo sobre algo triste: os rumores do falecimento de Alton Ellis. Mas, felizmente, esses seis anos trouxeram muito mais notícias boas do que tristes, e é nisso que trabalhamos até hoje.

Ni Kurosaki, Lovesteady & Dani e Rude Sistah

Groovin Mood (Lovesteady & Dani) com Ni Kurosaki e Rude Sistah

No princípio, eu fazia tudo sozinha mesmo, e tive o prazer de entrevistar gente do porte de John Holt e Kanka, e muita gente boa daqui do Brasil mesmo. Alguns anos depois, eu senti que precisava de parceiros nessa caminhada, e chegaram os amigos Dió Vieira e Andrea Lovesteady. Com eles, o blog deu um grande salto, provando que a união faz a força, ainda mais entre apaixonados por algo em comum – no caso a música. Após algum tempo, o brother Dió acabou se dedicando a outros projetos, como o zine FODÃO Trap House Zine, mas a obra dele conosco e os caminhos e ideias que ele trouxe se mantêm firmes & fortes.

46026_1412135345699844_1523053605_n

Dani Pimenta

Dou muito valor à música. O Groovin Mood me deu a oportunidade de conhecer muita gente (MUITA MESMO), em todos os cantos do país e também de fora dele. Foi – e é – esse projeto que me levou tão longe dentro de um universo apaixonante, que é a música, e não só a jamaicana. Por conta do blog, eu aprofundei minha pesquisa musical, eu me interessei pela discotecagem, aprendi a meter as caras e produzir festas para celebrar a música, abri minha mente, dei espaço pra gente que eu acredito e admiro, recebi espaço de gente que eu admiro e acredito, enfim… Esse é um projeto que eu pretendo tocar até ficar velha e/ou morrer. :)

GROOVIN MOOD-36

Hoje, minha ~ficha~ é a seguinte: além de escrever aqui, me aventuro produzindo algumas festas e tocando como convidada em tantas outras. Além de selecionar, também coleciono e pesquiso música, e sei que tenho um loooongo caminho pela frente nesse delicioso universo. Hoje meu foco principal é em música brasileira, sobretudo naquelas com influência africana mais direta, mas também enveredo por música jamaicana (que é o ritmo mais presente na minha seleção/discotecagem) e outros ritmos de todo o mundo.

O meu projeto paralelo mais recente é a Festa Mulheril, um festival de bolso que terá sua primeira edição em dezembro desse ano, em parceria com a Schuw Produções, da amiga Dé Schuw (Ferro na Boneca). O intuito da Mulheril é reunir mulheres em torno do projeto, como seletoras, DJ´s, MC´s, cantoras, fotógrafas, de modo a reforçar a presença e o toque feminino onde a presença massiva ainda é a masculina. Também tenho o Capas que Falam, que pretende resgatar mensagens escritas nas capas e labels de discos garimpados em sebos. E é isso. E tamos aí. :)

Tenho muito a agradecer por esse tempo. Muita gente boa entrou no meu caminho por causa da música, por causa dos encontros que a música proporciona, e essas pessoas me ensinaram muito, abriram portas, me ajudaram a abrir caminhos, e estarão sempre no meu coração por isso. Tenho sempre receio de citar nomes porque sou uma pessoa com memória de peixe dourado, rsrs, e o risco de esquecer alguém querido é sempre enorme, mas essas pessoas sabem quem são, e sabem do apreço que tenho por elas. <3

Lovesteady

Antes de ser colaboradora do Groovin Mood, eu já adquiria muito conhecimento através dele. Participar desse time me fez expandir meus ouvidos, quebrar preconceitos e me conhecer mais. Com certeza aprendi a valorizar as diferenças e me identificar em pedaços de culturas e/ou em batidas e trechos de músicas de diversos tipos.

10728647_10202607846786118_1075664899_n

Para todos momentos de minha vida há uma trilha, todos meus dias começam com música e terminam com música, me expresso muito melhor através delas. Hoje em dia tenho certeza que a música é minha vida e meu futuro. Estou em constante descoberta e aprendizado, o que me deixa muito confusa mas ao mesmo tempo sinto que subo mais um degrau do auto-conhecimento. Do punk rock ao jazz eu vou me encontrando e me perdendo.

Dois mil e quinze é um ano em que pretendo me dedicar muito mais a música e com certeza ao Groovin Mood, muitas ideias borbulhando. Ter tempo hábil pra continuar nessa correria DIY: nas pesquisas, nos diggings e na rua vai ser muito satisfatório e delícioso para mim. Estou com saudade das nossas festas e das nossas mixtapes, tudo no seu tempo… Quero  partilhar mais alegria e  conhecimento com mulheres que nos identificamos e admiramos: De Schuw, Gabi Ubaldo, Ju Mineira, Laylah, Rapha, Ni e Ceci (vocês me inspiram).

Paralelo ao Groovin Mood, faço parte do time de DJs da Soul Suor e Sacanagem. Estamos há dois anos mantendo a fé e produzindo festas, programa de rádio e mixtapes direcionadas para o Northern Soul e Soul. Somos eternos apaixonados antes de entusiastas do estilo.

Dea & Kanteloupe Sound

Dea & Kanteloupe Sound

Obrigada Dani pelo convite de fazer parte de algo que me fez crescer tanto e me trouxe muitas coisa boas. Vida longa  Groovin Mood!

Nessa caminhada, muitas pessoas fazem a diferença com o carinho que me dedicam, com elogios, inspiração e parcerias, meu muito obrigada: time Soul Suor e Sacanagem, Gabi Ubaldo, Ferro na Boneca, Gimenes Sounds, Secilians, Kaduh, RoodBoss Sound, JazzySense, Juan, Waldo, Dulce Y Dandy, Pablo, Kantelope Sound, Youthmans, Coletivo Cwblacks, GF Posse, Rapha, Jurassic Sound, Daddy T, Poppa Nego, Sono, Magrão, Stranjah, Megaton, Confronto SS… E entre trabalhos, rotina e sonhos, eu e a Dani vamos tocando o Groovin Mood.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by: Wordpress