ENTREVISTAS

Groovin Mood entrevista: Abduzidub & SubVertentes

...
...
...

Responsáveis diretos por algumas das produções nacionais mais bacanas da atualidade quando o assunto é dubstep (ou as influências do dubstep), os irmãos Bruno e Vinícius Lima aka Abduzidub falaram com o Groovin Mood, contando mais sobre o projeto em si e sobre a festa/selo SubVertentes, que conta com os dois e também com Kakão e DJ FLX.

GM – Quem nasceu primeiro, Subvertentes ou Abduzidub?
Vinícius – Nos fundamos o Abduzidub em 2011 e o Subvertentes em 2015.

GM – O que é o Abduzidub e como começou o projeto? Quem faz parte, quais são os objetivos do projeto, etc.
Vinícius – O Abduzidub é uma dupla de irmãos (Bruno Lima e Vinícius Lima), produtores e Djs. Nós começamos a nos interessar por discotecagem praticamente juntos após conhecermos o Dubstep em 2010. Em 2011, junto com outros Djs e amigos, comecamos a realizar a festa PartyHard Live em Taboão da Serra – SP.

A festa era eclética, mas naturalmente o dubstep tornou-se o ápice da festa. Em uma das primeiras edições tivemos que tocar juntos devido a um atraso no line up e a vibe foi muito maior do que quando tocávamos sozinhos. Antes da edição seguinte, criamos o nome do projeto e começamos a estudar as possibilidades do que seria interessante fazer como dupla de Djs. Dois anos depois, quando a PartyHard acabou, decidimos continuar o Abduzidub e, como nesse período nós basicamente só ouvíamos e pesquisávamos dubstep, veio a necessidade e vontade de fazer nossa própria música.

Em 2014, depois de muita pesquisa e experiências bizarras, conseguimos juntar 14 músicas que deixávamos disponíveis no Soundcloud, plataforma na qual o produtor Ganesh A.K.A D-Solution de Curitiba nos conheceu e convidou a transformar as 14 faixas em nosso primeiro álbum, “No Cliché”, lançado pelo seu selo Mão Santa no mesmo ano. O álbum teve uma ótima repercussão e abriu portas para o projeto, como os lançamentos dos EPs “All Ganja” e “Crucificados”, lançados pelos selos Noudrags e Mocadão. Atualmente nosso foco é a música autoral e estamos na constante busca de evolução.

14088981_1009996009099235_612365884_n

GM – O que é o SubVertentes e como começou? Quem faz parte, quais são os projetos relacionados?
Vinícius – Para explicar o que é e como surgiu o Subvertentes, precisamos voltar para 2013 e misturar um pouco as histórias dos projetos.
Depois do fim da PartyHard, nós não tínhamos mais um lugar fixo para nos apresentar, e começamos a tocar como convidados em festas e eventos de amigos da região. Nessa época, por conta desses eventos, conhecemos e tocamos algumas vezes juntos com o Spok DJ, Lui Selecta e Kakão. Em um dos eventos, tocamos os 4 juntos e, conversando, decidimos montar uma crew Sound System, a Smokedub, em 2014.

Mesmo numa crew Sound System, onde a grande maioria ama e toca o reggae e suas vertentes, continuamos tocando dubstep. No inicio de 2015 tivemos a ideia de fazer uma festa voltada para o bass music em ambiente fechado no formato sound system (o que já rolava no exterior). Essa foi a primeira edição da SUBVERTENTES.

14101626_1009994819099354_452093383_n

Logo após a primeira edição da festa, a Smokedub se dividiu, ficando na crew apenas o Spok e Lui. Para nós, Abduzidub e Kakão, a festa ainda estava sendo digerida, pois achamos aquilo bem inovador para o que estava rolando em São Paulo nos últimos anos. Não queríamos desacelerar e, unindo o útil ao agradável, fundamos a SubVertentes para dar continuidade ao projeto da festa.

Pelo fato do evento ser 100% independente, o trabalho e investimento era e ainda é 100% nosso. Para conseguirmos dar conta e manter um ritmo de festas, decidimos dar um intervalo de mais ou menos três meses para cada edição. Hoje o SubVertentes Rec é um selo, festa e crew, composto pelo Abduzidub (Bruno e Vinícius), Kakão e Dj FLX.

GM – Quem são os convidados das festas normalmente?
Vinícius - Sem contar exclusivamente com a apresentação, preferimos convidar artistas apaixonados e ativos no que fazem e que queiram somar não só com o projeto, mas com nosso objetivo, que é construir uma cenário sólido para quem quer produzir ou consumir esse tipo de música ou experiência.

13936786_1009994812432688_646014121_n

GM – Qual a pegada do selo? De onde surgiu a ideia do selo? O que vocês têm produzido?
Vinícius – A pegada do selo é o que diz o nome, Sub Vertentes. Tentamos não nos prender a um gênero específico ou rotular.
Como os três da crew produzem as próprias músicas, começamos a nos encontrar frequentemente para fazer experimentos. Acabamos desenvolvendo um método de produção em trio que acelerou o processo de criação e nos levou a criação do selo SubVertentes Rec.
Com o selo, lançamos e divulgamos as produções da crew, produções em colaboração, produtores que combinam com nossa proposta e sonoridade e alguns cantores. Nós estamos em uma fase de produção bem dubstep, steppa e digital reggae.

GM – Quais são as metas futuras do Subvertentes / Abduzidub?
Vinícius – O que podemos falar e garantir são nossas festas com muito grave, convidados escolhidos a dedo e muita tune saindo do forno.
Para o futuro, esperamos colher o que a gente vem plantando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by: Wordpress